Vacinação poderá ser feita toda sexta na UBS Anita Canet 

 

O governo municipal de Centenário do Sul, por meio da secretaria municipal de Saúde adverte a comunidade centenariense quanto ao risco de Febre Amarela. Chiara Souza Apa, enfermeira da Vigilância Epidemiológica informa que o município está disponibilizando a vacina de acordo com o público alvo, todas as sextas-feiras na UBS – Anita Canet (posto central), nos períodos: das 08h00 as 11h00 e das 13h00 as 16h30. Chiara ressalta que o frasco de vacina após aberto, tem validade de apenas 6 horas, por isso foi escolhido dia e horário para que não ocorra desperdício de doses. Quem tomou a vacina em algum momento da vida não precisa de nova dose de vacina.

 

Quem deve tomar a vacina:

  • Crianças a partir de 9 meses de idade e adultos até 59 anos;
  • Viajantes e turistas que forem se dirigir para áreas com recomendação de vacinação e que não tomaram a vacina anteriormente. A vacina deve ser tomada no mínimo 10 dias antes da viagem.

Quem deve tomar a vacina com restrições:

  • Pessoas acima de 60 anos deverão ser vacinados somente se forem se deslocar para áreas de transmissão ativa da Febre Amarela, que nunca tomaram a vacina e que não tiverem nenhuma contra-indicação, nesse caso procurar a Unidade de Saúde para orientação.
  • Gestantes e mulheres amamentando não é indicado, a vacinação somente se forem se deslocar para áreas de transmissão ativa da Febre Amarela, nesse caso procurar a Unidade de Saúde para orientação.

 

Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa grave. Os sintomas geralmente são: quadro de febre agudo (até 7 dias) com início súbito, mialgia (dor muscular), calafrios, cefaleia (dor de cabeça), náusea, vômito acompanhado de icterícia e/ou manifestações hemorrágicas.

Prevenção

Como a transmissão urbana da febre amarela só é possível através da picada de mosquitos Aedes aegypti, a prevenção da doença deve ser feita evitando sua disseminação. Os mosquitos criam-se na água e proliferam-se dentro dos domicílios e suas adjacências. Qualquer recipiente como caixas d’água, latas e pneus contendo água limpa são ambientes ideais para que a fêmea do mosquito ponha seus ovos, de onde nascerão larvas que, após desenvolver-se na água, se tornarão novos mosquitos. Ou seja, evitando o risco de dengue, a população também estará se prevenindo contra o risco de febre amarela. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados.

“Solicitamos a população para comunicar o departamento de Vigilância Sanitária caso encontre macaco morto, através do telefone (43) 3675.1054. Tal informação é de suma importância para o controle e ressaltamos que o macaco não transmite a Febre Amarela, ele é tão vitima quanto o homem, a transmissão é somente através da picada do mosquito Aedes aegypti”. Frisou o diretor do departamento de Vigilância em Saúde – Jaime Antonio dos Santos.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação.