08/06/2020

Está aberta a segunda etapa de propostas para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Com isso, agricultores familiares municipais podem apresentar informações até o dia 3 de julho. Serão aceitas propostas de até R$ 320 mil que podem ser encaminhadas por meio do Sistema de Gestão do Programa de Aquisição de Alimentos – Módulo PAANet – Proposta (SigPAA).

Os gestores municipais devem disseminar a informação e os critérios de pontuação para que os agricultores familiares não percam o prazo. É importante ainda ressaltar que é obrigação da gestão municipal verificar as entidades sócio-assistenciais beneficiadas pelos alimentos adquiridos, por meio do formulário bipartite.

A contratação das propostas atende a Medida Provisória 957/2020, que destina R$ 500 milhões para o apoio da comercialização da produção da agricultura familiar por meio do PAA. O aporte é resultado de articulação entre os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Economia e da Cidadania. O orçamento adicional será disponibilizado diretamente pelo ministério da Cidadania.

A área técnica da CNM disponibiliza Nota Técnica 9/2015 sobre o PAA e o formulário. Dentre os destaques da nota, chama atenção a responsabilização dos agentes municipais, que procederam com a certificação, no procedimento de habilitação. Além disso, os gestores devem estar atentos à necessidade de definir critérios claros e objetivos para auxiliar na prestação de contas e nas eventuais fiscalizações junto aos órgãos competentes.

Fonte e Foto: Agência CNM de Notícias , com informações da Conab/ editado pela Assessoria de Comunicação da AMEPAR