Equipes de engenharia dos municípios da AMEPAR vão passar por treinamento

  • 2 de setembro de 2019

Paraná Cidade vai capacitar servidores

Prefeitos da AMEPAR e Paraná Cidade vão realizar um curso de capacitação especial para as equipes de engenharia dos municípios da região ainda este mês. O acordo foi fechado durante a reunião ordinária da Associação, realizada na última sexta-feira, 30. O objetivo do treinamento é promover uma maior integração entre o órgão e as prefeituras para agilizar a aprovação dos projetos e evitar retrabalhos. O superintendente do Paraná Cidade, Álvaro Cabrini Júnior e o coordenador do escritório regional, André Abdo, participaram da reunião a convite da Associação.

O presidente da AMEPAR, Sérgio Onofre, prefeito de Arapongas, explicou que a maioria dos municípios tem enfrentado muitas dificuldades para conseguir que seus projetos sejam aprovados dentro do prazo. “Parece que as nossas equipes e o escritório Regional do Paraná Cidade de Londrina não conseguem falar a mesma língua. Aí o projeto não anda o que gera defasagens no processo licitatório e prejuízo para todos”, resumiu. 

Cabrini elogiou a proposta e disse acreditar que quando as equipes de engenheiros dos municípios conhecerem melhor as rotinas e o sistema proposto pelo Paraná Cidade,  o trabalho vai fluir com facilidade. “Estamos sempre disponíveis para ajudar os municípios e este treinamento vai ser um passo importante para que possamos trabalhar em sintonia”, disse.  

Fundo para Projetos Municipais

Outro projeto que o Paraná Cidade e a AMEPAR querem criar e implantar juntos é o do Fundo para Projetos Municipais. O presidente da Associação, Sérgio Onofre, ressalta que a maioria dos municípios não tem estrutura ou recursos para ter uma equipe capaz de elaborar bons projetos, e que isto, hoje, é o principal entrave para acessar recursos e financiamentos.  

Com o Fundo, os municípios teriam acesso a recursos, tanto a fundo perdido como financiamentos, para custear os projetos de que precisam. O assunto vai ser levado ao governador em uma reunião ainda a ser agendada e vai contar com o apoio do Paraná Cidade. Um dos programas que poderiam se beneficiar deste fundo é a implantação de fazendas de geração de energia solar nas escolas e prédios públicos do estado.

O programa está sendo implantado em 180 escolas de seis municípios.  Ele é composto por duas ações básicas: a redução de 50% do consumo e a produção de energia solar suficiente para cobrir a demanda.  Cabrini explicou que o projeto de redução de consumo passa pela substituição das lâmpadas  pelo tipo led  e pela modernização dos sistemas de ar condicionado. O programa vai tornar estes espaços auto sustentáveis o quê vai resultar em menos custo para os municípios.

A pauta de assuntos da reunião da AMEPAR da última sexta-feira, contou também com a apresentação do Conselho Regional de Biomedicina que falou sobre a importância da  inclusão do cargo de biomédico no serviço público. Participaram do evento os prefeitos de Bela Vista do Paraíso, Edson Brene; de Cafeara, Oscimar Sperandio; de Cambé, José do Carmo; de Florestópolis, Nelson Correia; de Ibiporã, João Coloniezi; de Jataizinho, Dirceu Urbano Pereira; de Lupionópolis, José Antônio Gerônimo; de Pitangueiras, Antônio Kolachinski e  o vice prefeito de Rolândia, Roberto Negrão.

Fonte e Foto: Assessoria de Comunicação da AMEPAR