DOBRA NÚMERO DE PROFISSIONAIS DA EMATER EM TAMARANA

  • 27 de agosto de 2018

Com novos profissionais, Emater em Tamarana quer ampliar atendimento de agricultores familiares

 

A equipe da unidade do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) em Tamarana está reforçada desde o início deste mês, quando um assistente social, um engenheiro agrônomo e um médico veterinário aprovados em concurso começaram a trabalhar no local. Anteriormente, o órgão contava com um engenheiro agrônomo e um técnico agropecuário no município – com o apoio da coordenadora regional, Marli Parra.

 

Após a chegada dos três novos servidores, segundo a coordenadora, a unidade de Tamarana passou a ter o maior número de profissionais dentro da regional de Londrina da Emater – superou, inclusive, a própria sede. Também de acordo com Marli Parra, o incremento no quadro vem de encontro com a demanda da zona rural tamaranense, que, entre os 19 municípios da região de Londrina, é aquela que abriga a quantidade mais elevada de agricultores familiares.

 

“São pessoas que já vêm com experiências anteriores. Eles estão muito animados com o trabalho. Existem projetos represados que nós vamos desenvolver, como os de gado leiteiro e de olericultura”, afirmou a coordenadora. Até então, a unidade da Emater em Tamarana atendia em torno de 300 famílias de produtores rurais. Agora, com seis profissionais em atuação, a estimativa é chegar a 700 famílias.

 

O prefeito de Tamarana, Beto Siena, avaliou que a ampliação da equipe da Emater irá resultar em mais ações em parceria da administração municipal com o órgão estadual. Ele desejou sucesso aos servidores. “São profissionais que vêm para atender o que município precisa, já que 52% da população reside na zona rural e, em sua maioria, são pequenos produtores. Eles, com certeza, vão fazer um bom trabalho”.

 

Bacia leiteira – O médico veterinário André Maciel é um dos recém-chegados. Para ele, a produção leiteira de Tamarana tem condições de, com assistência técnica adequada, alcançar melhores patamares. “Estamos bem empolgados. Viemos para ajudar principalmente o pequeno agricultor a aumentar sua renda e permanecer no campo. O leite é uma ferramenta interessante para manter os jovens nas propriedades, aumentar a renda do produtor e melhorar o desenvolvimento econômico do município”, afirmou. “Contamos com o auxílio da população para que ela também nos mostre o que precisa”, completou ele.

 

Conforme a coordenadora da Emater, um engenheiro de alimentos da regional de Londrina, também recentemente contratado, está à disposição para atender Tamarana e auxiliar na melhoria da qualidade dos queijos produzidos no município. “Vamos conseguir dar um salto na questão do leite e seus derivados”, apontou Marli Parra.

 

Por fim, ela frisou que os novos profissionais já trabalham na elaboração de projetos junto ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para incrementar essa iniciativa em Tamarana. Os agricultores familiares podem procurar a unidade local da Emater para apresentar suas demandas ligadas ao programa.

 

A unidade da Emater em Tamarana fica na Rua Arlindo Pereira de Araújo, 531, Centro. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. O telefone é o 3398-1576.

 

 

O prefeito Beto Siena (9 9183-6050) e a coordenadora regional da Emater, Marli Parra (9 9997-1983), estão à disposição para entrevistas sobre o reforço no trabalho do órgão em Tamarana e as ações em parceria com a administração municipal.

 

 

Atenciosamente,

 

Lucas Marcondes Araújo – assessor de comunicação – Prefeitura de Tamarana

MTB 10343 / PR

9 9941-9341 (WhatsApp) / 9 8447-1252 / 3398-1946